Rituais de Banimento e Limpeza Energética

11/05/2018

 Antes de se fazer qualquer ato mágico é de suma importância limpar o ambiente e a mente de influências externas para que sua prática não seja prejudicada, da mesma forma que é muito importante realizar uma nova limpeza também após o ato mágico. Esta limpeza energética também é chamada “Banimento” e existem inúmeras maneiras de realizá-lo.

 

“A primeira tarefa de um Magista em toda cerimônia é consequentemente tornar seu Círculo absolutamente impenetrável.” — Aleister Crowley

 

Um banimento é geralmente efetuado antes do início de um ritual mágico. Isto tenciona limpar a área do ritual, independente se for um quarto ou um círculo mágico, de todos aqueles elementos que possam interferir na operação mágica. O Banimento consiste em remover todos os objetos de um lugar de trabalho para por dentro deste espaço reservado aqueles objetos que sejam pertinentes à operação.

 

COMPRE na nossa LOJA e facilite sua prática: CLIQUE AQUI!

 

Em cerimônia elaboradas, o Magista pode optar por banir todos os elementos (Ar, Terra, Fogo, Água, & Espírito), os planetas, os signos do zodíaco, espíritos, formas-divinas e até mesmo as dez Sephiroth. Inclusive as forças que serão invocadas são banidas. Como diz Crowley , “porque esta força como existe na Natureza é sempre impura”.

 

Rituais de banimento também podem ser executados como finalidade em si. Isto pode ser feito por vários motivos – para limpar um cômodo ou casa, para eliminar energias negativas ou indesejadas ou simplesmente para acalmar e balancear a mente. Vários magistas praticam rituais de banimento diariamente.

 

Parte 1 - A Cruz Cabalística (ou Rosa Cruz)
 

 

 

1 - Toque a testa e diga ATEH

2 - Toque o sexo e diga MALKUTH

3 - Toque o ombro direito e diga 'VE - GEBURAH

4 - Toque o ombro esquerdo e diga VE - GEDULAH

5 - Junte as mãos no peito e diga LE - OLAHM AMEN

 

Parte 2 - Os Pentagramas
 

6 - De frente para o Leste (o oriente, ou para os thelemitas, Boleskine), desenhe um pentagrama visualizando-o, no centro visualize o primeiro nome, IHVH e inspirando-o, sentindo passar pelo peito até os pés e sentindo a sua volta, fazendo o sinal do entrante, varando o pentagrama, vibre o nome ("Iod Rê Vô Rê", por exemplo) com energia.

7 - De frente para o Sul, repita o processo anterior trocando o nome por ADONAI.

8 - De frente para o Oeste, repita o processo anterior trocando o nome por EHEIEH.

9 - De frente para o Norte, repita o processo anterior trocando o nome por AGLA.

 

Caso o estudante não tenha percebido, ele está girando no sentido horário.

 

Parte 3 - Invocação dos Arcanjos

 

10 - Na posição de Cruz (os braços abertos e os pés juntos), o estudante repetirá:

"A minha frente RAPHAEL"

11 - "Atrás de mim GABRIEL"

12 - "A minha direita MICHAEL"

13 - "A minha esquerda AURIEL" -

14 - "Pois ao meu redor flamejam os Pentagramas"

 

Sempre imaginando os Arcanjos nas suas respectivas posições e os pentagramas em chamas. Cada um está relacionado a um elemento: Ar, Fogo, Água e Terra, na sequencia. Como os elementos são 4, o magista, ao centro, será a 5ª parte do pentagrama, o espírito.

 

15 - "E na coluna do meio, brilha a estrela de seis raios".

 

COMPRE na nossa LOJA e facilite sua prática: CLIQUE AQUI!

 

Que o estudante visualize dois Hexagramas, um em cima e o outro projetado embaixo, com uma faixa de luz estendendo-se infinitamente na vertical, envolvendo-o.

 

16 - Repita a Parte 1 e o ritual estará encerrado.

 

Neste vídeo você pode conferir a base para as pronúncias corretas:

 

 Fontes: Ocultura

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Pinterest
Compartilhar no Google
Curtir este Post
Please reload

Posts Em Destaque

O feitiço se vira contra o feiticeiro - Conheça o 6º Pantáculo de Marte

13/07/2018

1/10
Please reload

Categorias
Siga-nos nas Redes Sociais
VOCÊ PODE GOSTAR DE:
BLOG