• Cristalwolf

3 - Princípio de Vibração - Os 7 princípios herméticos

Atualizado: 27 de Jan de 2019


O universo é executado por leis naturais. Maçãs caem. Pássaros voam. Vivemos. Morremos. Entretanto, quando tomamos tempo para entender essas leis, podemos usá-las e aproveitá-las à nosso favor. Podemos, por exemplo, trabalhar com a gravidade para voar, usar o conhecimento de que um dia vamos morrer para se viver uma vida melhor, e é claro, também podemos praticar magia.


Desde o início da civilização, os mais sábios de nós se uniram para descobrir quais são essas leis naturais, para que pudéssemos aprender com elas e usá-las para experimentar mais felicidade, significado e controle sobre nossas vidas.


Hoje em dia, você pode encontrar manifestações desta busca em livrarias e pela internet de forma paga ou gratuita com toda a facilidade do mundo. Entretanto, há quase 2.000 anos atrás, quando esses temas e idéias matavam por heresia e blasfêmia, estes temas eram discutidos em tons sussurrados e passados ​​apenas de um mestre para o aluno em momentos de extrema confiança.


No entanto, através de esforços de preservação, somos capazes de olhar para o nosso passado filosófico, que levou a uma maior compreensão global do universo, o nosso lugar nele, e catalisou o renascimento criativo italiano, influenciou o Revolucionários americanos, e que agora aparece em grande parte da mídia moderna de crescimento e aperfeiçoamento pessoal: Essa tradição é o hermetismo e seus 7 princípios.


OS 7 PRINCÍPIOS HERMÉTICOS


"Os Princípios da Verdade são Sete; aquele que os conhece perfeitamente, possui a Chave Mágica com a qual todas as Portas do Templo podem ser abertas completamente." - O CAIBALION

Conhecer os Sete Princípios em que se baseia toda a Filosofia hermética é essencial para qualquer bom praticante de magia, são os seguintes:

  1. O Princípio de Mentalismo.

  2. O Princípio de Correspondência.

  3. O Princípio de Vibração.

  4. O Princípio de Polaridade.

  5. O Princípio de Ritmo.

  6. O Princípio de Causa e Efeito.

  7. O Princípio de Gênero.

Ao longo do tempo faremos matérias sobre cada um dos Sete Princípios de forma que possam (e vão) ser explicados e explanados individualmente aqui. Começaremos hoje com:


3. O Princípio de Vibração


“Nada está parado; tudo se move; tudo vibra.” – O CAIBALION

Este princípio incorpora as verdades de que "nada repousa", "tudo está em movimento" e "tudo vibra". Ele explica que matéria, energia e até mesmo espírito são simplesmente taxas variáveis ​​de vibração.


Um exemplo clássico disso é a frequência em que as sete oitavas da música, sintonizadas em 44 oitavas, tornam-se miraculosamente o espectro da luz visível (passando pelos estados de tom de insetos, ultra-som, plasma, éter, hiper-som, e até mesmo oitavas de calor.) Enquanto elas mudam de manifestação, as vibrações mantêm a mesma correspondência, a diferença sendo apenas em medição e energia, conforme as frequências deslizam pelo espectro eletromagnético.


Nas taxas mais altas de vibração, a taxa e a intensidade são tão rápidas que parecem estar imóveis, como uma roda girando que parece estável. E nos níveis mais baixos de vibração, os objetos se movem tão lentamente que parecem estar totalmente em repouso. Entre esses dois, existem manifestações infinitas, todas ocorrendo em oitavas de vibração variadas, cada uma com seus próprios fenômenos.


Sabendo disso, os hermetistas acreditam que até os pensamentos têm sua própria taxa de vibração, e podem ser controlados como afinar um instrumento, para produzir vários resultados para o objetivo do domínio de si mesmo e do ambiente. À medida que sua compreensão da vibração, frequência, harmonia e ressonância aumentam, também seu poder sobre você e seu mundo aumentará.


Este Princípio encerra a verdade que tudo está em movimento: tudo vibra; nada está parado; fato que a Ciência moderna observa, e que cada nova descoberta científica tende a confirmar. E contudo este Princípio hermético foi enunciado há milhares de anos pelos Mestres do antigo Egito.


Este Princípio explica que as diferenças entre as diversas manifestações de Matéria, Energia, Mente e Espírito, resultam das ordens variáveis de Vibração. Desde O TODO, que é Puro Espírito, até a forma mais grosseira da Matéria, tudo está em vibração; quanto mais elevada for a vibração, tanto mais elevada será a posição na escala. A vibração do Espírito é de uma intensidade e rapidez tão infinitas que praticamente ele está parado, como uma roda que se move muito rapidamente parece estar parada.


Na extremidade inferior da escala estão as grosseiras formas da matéria, cujas vibrações são tão vagarosas que parecem estar paradas. Entre estes pólos existem milhões e milhões de graus diferentes de vibração. Desde o corpúsculo e o elétron, desde o átomo e a molécula, até os mundos e universos, tudo está em movimento vibratório. Isto é verdade nos planos da energia e da força (que também variam em graus de vibração); nos planos mentais (cujos estados dependem das vibrações), e também nos planos espirituais.


O conhecimento deste Princípio, com as fórmulas apropriadas, permite ao estudante hermetista conhecer as suas vibrações mentais, assim como também a dos outros. Só os Mestres podem aplicar este Princípio para a conquista dos Fenômenos Naturais, por diversos meios. “Aquele que compreende o Princípio de vibração alcançou o cetro do poder”, diz um escritor antigo.

602 visualizações
CONTATO:
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES!

© 2018 - Este site foi desenvolvido por Axioma e todo o seu conteúdo está protegido pela lei dos direitos autorais.